1 de nov de 2015

Das coisas que eu amo em você

Alguém já te fez tão bem, mas tão bem, que dava até vontade de levantar da cama? Tão bem que, não importava o dia ruim, dava pra voltar cantando pra casa? Dava pra ser feliz, sabe? E nós, infinitamente, sabíamos que tínhamos isso. Digo, temos, porque apesar da turbulência dos últimos dias, ainda tenho um abraço quente pra voltar. Eu disse aquele dia e vou reforçar: prometo lutar pela história linda que nós temos, porque já vivemos coisas que muita gente jamais entenderá. Eu não quero só falar de você para os outros, eu quero te mostrar também. Quero nossos dedos entrelaçados enquanto sentamos em uma roda de amigos e dividimos risadas e um bom vinho. Pretendo te levar pra conhecer os lugares mais lindos e desertos do mundo e juro te amar em cada um deles. Eu quero dois filhos, mas antes disso, quero te fazer ter uma centena de casos para contar pra eles enquanto eu estiver trabalhando. Vou levar flores, mesmo contra sua vontade, quero testar suas habilidades em sorrir quando não está satisfeita, é porque eu simplesmente amo seu olhar sem jeito e o cochicho no meu ouvido quando faço algo que não devia. Pensando bem, eu amo cada coisa em você que decidi falar te olhando. Vem cá, meu amor, abre a porta porque vou começar te beijando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário