3 de set de 2015

Dessa vez eu juro

Juro que dessa vez é sério, juro que não te procuro mais, juro que não vou olhar seu status de minuto em minuto na esperança de ler uma indireta pra mim, algum sinal de que o nosso fim te deixou triste, ou pelo contrário, que foi uma decisão acertada e que agora você só quer curtir a vida e passar os dias mergulhada nos seus livros de direito penal. Se por acaso eu te ligar, pode ter certeza que foi sem querer, numa tentativa frustrada de admirar sua foto em silêncio, me lembrando do gosto da sua boca rosa e do cheiro de seu shampoo novo. Eu juro que vou esquecer do seu endereço, que não vou estacionar o carro na esquina da sua casa e admirar a sua sombra na janela do quarto enquanto troca de roupa. Juro que vou queimar todas as cartas, cortar as fotos e excluir as conversas antigas, não vou chamar sua mãe de sogra, nem levar flores no aniversário dela, falando nisso, juro que não escreverei um testamento no seu aniversário mês que vem, nada de mensagens de agradecimento ou pedido de desculpas. Ah, não leve a mal, mas vou te deletar das redes sociais, talvez até crie um fake pra te observar, mas tu não verá vestígios meu no seu Facebook. Juro que vou seguir minha vida, te deixar no passado e te ignorar da mesma forma que tu faz, dessa vez vai ser diferente, sem desculpas pra puxar assunto ou motivos pra esbarrar por aí, dessa vez eu juro que é a última vez que eu cruzo os dedos, da próxima, acredite, não terá volta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário