12 de ago de 2015

Fizemos amor

Ontem fizemos amor. Sim. Amor. Ele me beijou lentamente, enquanto eu sentia seus dedos passeando por cada parte do meu corpo, até me encontrar molhada. Me olhou nos olhos enquanto me invadia lentamente, mordeu os lábios e me apertou a cada novo espasmo. Não foi selvagem. Foi sexy. O corpo dele se movia de um jeito que era impossível querer qualquer outra coisa no mundo. A mão dele no meu cabelo foi suficiente para arrepiar cada parte do meu corpo e deu pra sentir quando comecei a me contrair prestes a gozar. Aquele era o tipo de sexo capaz de nos deixar ainda mais excitada. Ele não me satisfez. Eu não o satisfiz. Assim que o corpo dele caiu exausto sobre o meu, eu tinha certeza de que queria um pouco mais daquilo. Naquela noite dormi ali, sentindo o calor do corpo dele e a respiração quente na minha nuca. Tinha certeza de que a madrugada seria perfeita. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário