12 de out de 2015

E que comece a sexta-feira

Eu sei que o sol já foi embora e que a luz da lua que brilha lá fora só veio pra avisar que já passou da hora de tu juntar as roupas e fechar a mala. É engraçado porque na volta pra casa sempre falta espaço pro último par de sapatos, parece que é só desculpa pra não ter espaço de me levar contigo. Da última vez que te vi fechando a porta e indo, tive que esperar por semanas até te ter de volta, vê se dessa vez sente saudades mais cedo e volta logo pra me ver. Já fiz a lista de compras, da próxima não vai faltar coxinha, lasanha, pizza e aquele chocolate que só fica gostoso na sua boca. Não se preocupa com as unhas, eu lavo a louça e a roupa, esfrego sua calcinha rosa e deixo secando na cabeceira da cama. Te empresto uma toalha limpa e até minha cueca pra tu dormir, mas me deixa admirar seus seios a noite toda. Me deixa te abraçar por trás, mas vê se não cola tanto sua bunda em mim, fica difícil dormir assim, e de madrugada, não fica preocupada de me abraçar e acabar me acordando, tu não faz ideia da maravilha que é sentir suas mãos em mim logo cedo, só com a ponta dos dedos consegue me acender inteiro. Fica tranquila, meu amor, metade da minha cama é sua, mas eu sou inteiro seu. Te espero na sexta, sem falta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário